Sobre a dor da perda, por Valdete

Encontrei essa postagem na rede social de uma antiga parceira de trabalho. Pessoas que conheci menos do que gostaria mas a quem aprendi a respeitar pelas posturas diante da vida. Todos nós passamos por algum tipo de perda. Perdas grandes, perdas pequenas. Perdas que talvez sejam irreparáveis. Ao refletir sobre suas perdas – que foram…

No Museu da PUC Minas

Nesse final de ano tive uma bela surpresa ao levar as crianças para passear no Museu de Ciências Naturais da PUC Minas. Ali, as coisas inanimadas ganham vida pelas mãos dos profissionais responsáveis pelos acervos. Localizado em Belo Horizonte, o museu me pareceu muito bem organizado, acolhedor e interessante. As crianças se divertiram observando as…

Creche é Direito e não Favor

Não é segredo que estou participando da campanha pela eleição dos Prof. Nelson Pretto e Angelo Serpa à reitoria da UFBA. Também não é segredo que o Prof. Nelson é meu orientador desde o mestrado, pessoa que muito admiro nos campos da produção intelectual e política, justamente porque ele une  esses campos em seu ativismo….

Eu, por Ian

Essa sou eu, desenhanda pelo Ian, em minha própria perna. Os dois tracinhos logo abaixo da cabeça não são o pescoço, mas pernas…

Registros de amor infantil

Faz algum tempo que Ian, meu pequeno de 3 anos de idade, insiste em verbalizar seu carinho pela colega Clarinha. Já afirmou ser sua namorada, e não raras vezes, pede para comprar presentinhos para ela. Frequentemente, sonha com a colega e com outros de seus coleguinhas da creche. Em conversa com a mãe da menina,…

Sou

Não leio o tanto que poderia ler, não me divirto o quanto eu deveria me divertir. Por mim apenas, não faço quase nada. Faço o meu melhor pelos compromissos assumidos com os outros. A vivência com o outro é que me move. Pelos compromissos que assumo com os outros é que leio mais, me divirto…

Acho que depois foi melhorando…

Mexendo em meus antigos alfarrábios (se é que essa palavra existe mesmo) encontrei o meu primeiro desenho feito com o mouse, em paint brush, usando windows 3.11, num 386, com tela 13″ amarela e preta. Uma obra de arte como está só poderia ser impressa em uma impressão matricial, versão anterior à tão procurada LX…

Por que eu choro, mesmo sabendo que o final vai ser feliz?

As pessoas que convivem comigo sabem o quanto eu invisto meus sentimentos até nas pequenas coisas. Uma conversa, um livro, um filme… eu não leio ou assisto simplesmente. Eu vivo, eu sinto. Eu torço para que tudo dê certo. Eu penso sobre aquilo por dias e dias. Não sei se é um defeito ou uma…

Crise… (mais uma vez)

não sei quem sou. não sei o que me tornei. não sei mais o que  quero da vida. Não sei o que quero de mim. Mas sei o que quero dos outros. Quero respeito. e se possível, quero um pouquinho de amor. para isso, preciso ser respeitosa. para isso, preciso me fazer respeitar Só que,…

A sociedade em que vivemos e o direito da mãe em estar com o filho (e vice-versa)

Das experiências que tive com comunidades indígenas de Minas Gerais, a relação que os adultos construiam com as crianças sempre me chamou atenção, especialmente porque grande parte do meu convivio se deu em momentos formativos com professores indígenas, realizados em salas de aula. Era muito comum haver crianças, grandes e pequenas, rodeando o espaço, fazendo…

Ian e Crico, o Grilo

Motivados pela comemoração de dois anos do nosso bebê, meu companheiro e eu fizemos uma pequena história para registrar o momento. Essa é uma obra de ficção muito verdadeira porque traz expressões genuínas de uma criança cheia de vida. Texto de Alves Grapiúna, também conhecido como Papai. Ilustrações de Kaikam, alcunhada Mamãe. Para retornar, avançar…

consta como autoria de Clarisse Lispector, vale muito pra mim:

“Já escondi um amor com medo de perdê-lo, já perdi um amor por escondê-lo. Já segurei nas mãos de alguém por medo, já tive tanto medo, ao ponto de nem sentir minhas mãos. Já expulsei pessoas que amava de minha vida, já me arrependi por isso. Já passei noites chorando até pegar no sono, já…

O blog e eu: um caso de sedução

Ainda no caminho de me apropriar desse tal de blog, mantenho em minha mente as perguntas que Raquel Goulart Barreto faz para problematizar a apropriação das TIC, em especial, na área educacional: TIC para que? TIC para quem? TIC em que termos? Aos poucos, alguns caminhos vão se configurando em minha cabeça e, no meio…

Quantos filhos um filho é?

Ao rever as fotos do meu pequenino fiquei realmente surpresa com o que vi. Assumo que, em algumas fotografias, mal pude reconhecer o rostinho que ali estava registrado. Parece o filho de outra, mas é o meu. Por isso, posso confessar o que poucas mães assumem logo de cara: como era feinho, minha nossa! Vejo…

O palhaço que odeia bebês

Já fazia uns 3 ou 4 anos que eu não entrava em MCDonalds nem mesmo pra usar o banheiro em caso de emergência. O motivo é simples: não gosto de comida de plástico, na minha opinião, aquelas batatinhas fritas também não tão com nada… Lembro-me que havia umas tortinhas quentes de maça com canela e…

Tô chegando…

Pronto. Depois de muito tempo protelando comecei meu blog. Aliás, mais um blog. Mas dessa vez vou fazer que seja de verdade, porque quero mostrar um pouco mais de mim e das coisas que ando fazendo, produzindo e discutindo. Certamente não será fácil, pois como mudaram os jeitos de fazer web desde a última que…